Ford 1935 em Niterói

Esta foto foi presente do amigo Guilherme do AVA. E que presente.

A foto foi clicada aqui em Niterói, nos idos de 1935. Imagem rara por si, sem considerarmos o billboard da Ford em primeiro plano. Ao fundo o que se vê é a linda sede da Empresa de Correios e Telégrafos do então Estado do Rio de Janeiro, que ainda existe mas, como quase tudo por aqui, se encontra em péssimo estado de conservação.

Niterói, para quem não sabe, está localizada assim como a cidade do Rio de Janeiro, nas margens da baía da Guanabara. Uma ponte, inaugurada em 1974, conectou estas duas cidades separadas por um pedaço de mar. Antes disso, chegar ao Rio só via transporte hidroviário, para passageiros e automóveis – ou contornar toda a baía de Guanabara. É por iso que este billboard da Ford aponta para a Baía da Guanabara, e não para o continente. É que ali ao lado esquerdo dele está, até hoje a estação das Barcas e que, naquela época, recebia também os futuros clientes de um Ford, com seus automóveis chegando a Niterói via balsa. Deu pra sacar por que a foto é especial?

Para dar ao amigo uma idéia melhor de onde estava instalado este outdoor, achei este panorama do Centro de Niterói, pelos idos de 1950. Repare que, anos mais tarde, ainda se pode ver um billboard ou outdoor, como queira, instalado no mesmo local daquele do Ford em 1935.

Mais algumas vistas, para ajudar a quem não conhece, imaginar melhor a cena. Quase todas via o sensacional site Skyscrapercity.

Acima, atracando na Praça XV, no Rio, a Barca vindo de Niterói em 1950. Anos mais tarde, outra balsa com destino a Niterói. Ao fundo, “vejo o Rio de Janeiro…”

No blog do Andre Decourt, descobri só agora que eram duas as empresas que transportavam veículos entre o Rio e Niterói. A que tinha a estação do lado da de passageiros, que se vê acima na foto do Guilherme, era a Frota Carioca. A concorrente era a Valda, que atracava mais ao lado na Ponta da Areia, conforme foto abaixo.

No blog do meu amigo Batata, ainda achei esta foto do lado de fora da Estação da Cantareira em 1949. No lado direito, o Prédio dos Correios que se vê na foto do Guilherme. Como sempre, uma boa foto rende muitas outras.

Obrigado, Guilherme.

About these ads

3 ideias sobre “Ford 1935 em Niterói

  1. Nanael Soubaim

    Interessante aquele sujeito de vermelho, na photo colorida, apoiado no Corcel marrom, parecer estar falando ao celular.

    Minha irmã esteve no Rio e só foi para Niterói sob ameaças da orientadora de doutorado, por ter se recusdo a atravessar a baía pela ponte, foi de balsa com os olhos fechados. E olha que ela vai voltar ainda neste ano.

    Estas imagens, de beleza inconteste, me dão uma certa tristeza de lembrar o que os Correios eram há até bem poucos anos, e no que se transformaram hoje. Não havia medo de concorrência, os serviços eram impecáveis. Já nos dias correntes… ffffff…

  2. Luiz Felipe

    Belíssimas fotos, Nik. Me fizeram lembrar quando, no dia da inauguração da ponte, meu pai, um apaixonado por estradas, resolveu botar toda a família no dodge dart para cruzar a baía. Parece que nesse dia toda a população do Rio teve a mesma idéia e a minha lembrança – eu tinha apenas 5 anos – é de ficar horas, horas e mais horas parado em cima da ponte sem entender a razão daquele despropósito. O resto do passeio se apagou da minha memória ou fui eu que apaguei no sono mesmo, mas depois soube que todos voltaram de barca e meu pai fui buscar o dodge, no dia seguinte, em Niterói. Um abraço.

  3. Carros Antigos Autor do post

    Pois é, boas lembranças. Eu tenho um amigo que infelizmente se mudou para o Canadá e que têm em filme Super 8 uma travessia de balsa com seu avô trazendo 3 carros para um encontro em Niterói, com o Izak, que está aqui até hoje, graças a Deus. Antes da ponte, coisa antiga.
    Nanael, o que você achou foi o que o americano chama de time traveler. São esses caras que, flagrados em fotos antigas, parecem ser viajantes do futuro capturados sem querer em flagrante violação das leis da física! Joga isso no google que tu vai rir muito com as fotos que nego encontra aí, com pessoas que, realmente, parecem ter vindo do futuro. No caso acima, com um celular na mão! KKKK!
    Esse caso aqui numa foto de 1940 é antológico!

    http://boingboing.net/2010/04/16/time-traveler-caught-1.html

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s