U.S. Route 30

A fotografia é a maior invenção da história. É o que definitivamente nos difere de outras espécies, a capacidade de admirar, ler e se emocionar com um instatâneo do passado, pois a tecnologia que o cria não é por si o maior feito. Nostalgia e saudade disputam nossa razão, mesmo sendo de coisas não vividas porém reconhecidas no íntimo como parte de nossa própria natureza. Sem a fotografia, eu não digo que saberíamos menos sobre nós mesmos. Apenas acho que este conhecer seria diferente. Com ela, abrem-se no espírito portas para outras realidades que nos permitem saber mais, conhecer melhor sobre outros que não nós mesmos. A fotografia é por isso coletiva, é de todos – universal. Pode ser admirada e apropriada sem restrição cultural ou política alguma. Ela é o artifício de uma humanidade que aprendeu a se perpetuar para também entender-se mais adiante. São garrafas com mensagens complexas lançadas ao mar rumo ao futuro, que precisam ser resgatadas sempre, mais de uma vez. Este conhecer que elas representam não se esgota em nossa época. Por isso preservá-las é tão importante. O que será lido hoje não necessariamente terá eco quando recolhidas do vasto oceano amanhã. Vamos pois, iniciar nossa parte nesta aventura que é re-descobrir fotografias.

Antes de continuar, posso sugerir uma música? Clique no play. Vamos ouvir Stephane Grapelli tocando um clássido do Django Reinhardt, que bem poderia estar tocando em algum carro ou gas station no momento em que estas fotos foram clicadas. A música é “Lover, come back to me”.

Download: 01Lover%2CComeBacktoMe.mp3?attredirects=0&d=1

As fotos a seguir encontrei ontem, no acervo da Life Magazine. São de julho de 1948, clicadas por Allan Grant, para uma matéria sobre a Highway 30, ou U.S. Route 30, rodovia que corta a América do Norte de leste a oeste e que têm sua origem na década de 20, época da construção do atual sistema rodoviário americano. Ao contrário da Route 66, ainda é utilizada. E se não é a mother road, foi quase isso.

O que vemos aqui? Bom, foi você quem recolheu a garrafa do mar. A aventura é sua.

Abraço, Nik.

About these ads

17 comentários sobre “U.S. Route 30

  1. David

    Poxa, vendo essas fotos só penso eu pegando uma dessas estradas naqueles desertos do Arizona ou do Texas num Cadillac Eldorado conversível e vermelho dos anos 70, daqueles que você afunda completamente no banco e com aqueles óculos-escuros que parecem pára-brisa de ônibus.

    Se tem um lugar nos States que realmente me conveceria a ir lá, este seria aqueles desertos perto da fronteira do México, que justamente pega o Arizona, Texas, Colorado.

  2. Irapuã

    Maravilhosas fotos! Muito legal o “musculoso” Greyhound ultrapassando o Jeep. E o acessório de ventilação acoplado à janela, criativa maneira de ventilar o interior do veículo em velocidade.

  3. Hebert

    Mesmo quem não é americano, sente um pouco de nostalgia… Belas matéria e lindas fotos. Parabéns, Nick!

  4. 1965

    Ah, essa LIFE, fez, faz e fará a diferença na história desse mundão com seus, hoje, importantíssimos instantaneos. Parabens aos seus fotógrafos, que com suas sensibilidades as fizeram, estejam onde estiverem. E a este Blog tambem.

  5. Alvaro

    Algumas das mais belas fotos que já vi no seu site. Parabéns.
    Seu talento para garimpar fotos está cada dia melhor!

  6. nanaelsoubaim

    “Segurança? Sim, eu dirijo com cuidado”, gente tão bem intencionada e tão ingênua dos riscos que corria! Gostei daquela mensagem de parachoque do caminhão.

  7. Belair

    …e foto,REALMENTE bonita,TEM que ser em PB !!!Parabens,belíssimo resgate.

  8. Juarez

    Uma verdadeira viagem no tempo. Saudades destes carros “casca-grossa”(lataria chapa nº 16?).
    Ah, a sugestão da trilha sonora (STEPHANE GRAPELLI)é simplesmente genial e inspiradora.
    Que sirva de exemplos para encontros de antigos por este Brasil a fora.Valeu.

  9. Carlos Miguez

    Qual a razão de tantas placas na traseira do onibus???
    Será que era uma para cada estado??

  10. Pingback: Four-Links – hot rodding exported, cars on sticks, U.S. 30, recycling Maseratis at Hemmings Blog – Classic and collectible cars and parts

  11. Nikollas Ramos Autor do post

    Carlos, nessa época a América ainda era um misto de velho oeste e Nova Inglaterra, com NY no meio de tudo. As leis eram, bem, menos rigorosas. Talvez, é o que quero dizer, é que seja apenas enfeite mesmo, coisa de motoristas/

  12. Pingback: Four-Links – hot rodding exported, cars on sticks, U.S. 30, recycling Maseratis | Blog on Car Electronics

  13. Old Fussbudget

    The bus is a Greyhound passenger bus. I think some or all of the individual states on its route must have taxed it in some fashion, and the plates were evidence that the tax had been paid.

    Wonderful photos of a time just before my childhood began.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s