Ford T nos cinemas do Brasil

Ainda estou naquela estação dos Fords, e resolvi pegar emprestada esta foto aqui, do livro do José Luis Vieira, A História do Automóvel, volume 2, da Alaúde, lançado poucos dias atrás.

O Luís um dia comenta o livro, mas a legenda da foto diz que, na época, era comum se encontrar Fords T em exibição nas salas de cinema do Brasil, como se pode ver abaixo.

A estratégia de marketing era assim: a alta sociedade ia assistir a um filme como este e, na saída, comprava o Ford para fazer as mesmas coisas pelas ruas de São Paulo e Rio de Janeiro. Devia vender igual pão quente.

fordmodelT_brasil_cinemas

Anúncios

Ford modelo T

Para mim, uma criatura urbana com raízes rurais, as aplicações e usos do Ford modelo T, muitas das quais foram efetivamente consideradas quando de seu projeto, são de uma atração irresistível. Descobri mais estas duas fotos, que dispensam legenda. Caso você tenha outras, manda pra mim?

Têm mais aplicação do Ford T neste link aqui, sobre tratores baseados no T, aqui algumas fotos e situações muito interessantes, aqui o projeto de um T, e minhas fotos favoritas com o Ford T sendo utilizado de maneiras muito criativas.

ford_model_T_20sford_T_Trator

Sequóias e o Ford T

O assunto dá Wawona dá para ser lido e relido muitas vezes ainda. de muitas formas diferentes e complementares.

Veja a foto abaixo, do início do século XX. Olhe o tamanho destas árvores magníficas frente ao lenhador ou ao Ford T parado ali no canto direito. Esta foi uma das muitas funções do Ford T, como já publiquei aqui: ser uma serraria ambulante. O resultado desse avanço da tecnologia é o mundo de hoje, tal qual o conhecemos no alvorecer do século XXI.

Clique sobre a foto inteira para vê-la ampliada.

cortando-sequoias

Detalhes da foto, abaixo. Viu o Fordinho? Deu pra ter idéia do tamanho destas árvores? Impressionante, não?

det_1

det_21

A Oficina do Joelcy

A oficina do Joelcy é daqueles lugares encantados aqui no Rio. Bom, me parecem ser ao menos. Fordinhos por todo lado, peças e mais peças e a cordialidade do dono são uma iemrsão no universo de um verdadeiro mestre no seu ofício, no caso, restaurar carros clássicos. Há mais de 20 anos que os Ford modelo A lhe ocupam as mãos. Fui lá no sábado e achei por bem compartilhar as fotos com você. Esper que goste.

blog_carros_antigs_wordpress68

blog_carros_antigs_wordpress63blog_carros_antigs_wordpress58blog_carros_antigs_wordpress50blog_carros_antigs_wordpress61

Para ver o restantes das fotos, clique no link abaixo, por favor. Depois do pulo, o mergulho.

Continuar lendo

Meu carro é um trator, um avião, uma serra-circular…

Modern Mechanix, edição de fevereiro de 1932.tractor_from_car

Aliás, falando em como que o automóvel se prestava a diversas finalidades sem se segmentar em vários modelos, lembrei-me desse artigo aqui, da mesma publicação. Além deste, se quiser dê uma olhada neste outro sobre o mesmo assunto tratado aqui.

xlg_uses_old_fords_0xlg_uses_old_fords_1

Caminhonetes Ford

As caminhonetes Ford sempre foram os carros número um em vendas nos Estados Unidos. Lá na sua origem, as primeiras caminhonetes Ford nada mais eram do que adaptações de carrocerias sobre o mesmo chassi de qualquer Ford T, que era polivalente, como já vimos aqui. A robustez do Modelo T ajudou a firmar as caminhonetes Ford na memória do americano como a própria definição de um automóvel forte, resistente e confiável para as mais difíceis situações. As caminhonetes Ford se tornaram o cavalo do caubói moderno americano, numa definição que li outro dia. Está é a essência das caminhonetes Ford, desde sua origem. Não obstante o uso duro e pouco nobre, algumas picapes ainda se tornaram clássicos, como foi o caso da F1 modelos 1953 a 1956, cobiçadíssimas. Para mim, esta geração e a anterior são um dos mais belos desenhos de automóvel de todos os tempos, que me perdoe a Senhora Marta Rocha.

Reuni as imagens abaixo para mostrar, através da fotografias, um pouco da história e da beleza das caminhonetes Ford. Incrível como estas máquinas estavam presentes em tantos aspectos do nosso dia a dia, até bem pouco tempo atrás. Aqui mesmo em Niterói, Rio de Janeiro, até a alguns anos atrás, todos conhecíamos um depósito de gelo muito antigo que utilizava nas entregas do dia a dia uma F1 1954, ainda com seu motor V8, comprada de segunda mão nos idos de 70 e poucos, já com muitos anos de serviços prestados! Aguardo seus comentários.

Ford T 1918

1918_modeltt98801

Ford T 1921

1921_modeltt-hauling_1921

Ford Truck 1918

1924_modelttruck_1924

Ford 1930

1930santamonicalgparade1

Ford 1932

1932lifeguardssmcanyon

Ford F-1 1948

1948f-1_041948f-series_timeline11948f-series_timeline2

Ford Truck 1948

1948f-1_05

Ford F-1 1953

1953f-100_011953f-100_timeline1953fordf-100pickup

Ford F-1 1954

1954f-100_011954f-100_02

Ford F-1 1955

1955f-100_011955f-100_021955f-100_031955f-100_c714-83

Ford 1965

1965f-100_timeline1965fordf-100pickup

Ford F-250 1969

1969fordf-250

Ford F-100 1973

1973fordf-100pickup

Ford F-100 1974

1974f-100_timeline11974f-150supercab_02

Ford F-150 1976

1976f-150ranger_01

Ford F-100 1978

1978f-100_timeline_02

Algumas propagandas de época, muito bem digitalizadas, por sinal. Clique para ampliar e imprimir.

1948advertisement1948pick-upad1951pick-upad1953f-100ad1957pick-upad1959f-seriesprodlit1965pick-upad1975f-150_021975f-seriesprodlit1975pick-upad

Todas esta bela coleção veio lá do About. Só lamento não ter encontrado, nem nesta coleção nem em outra, fotos com qualdiade das picapes Ford a partir de 1937. Quero dizer fotos limpas, com boa resolução e de preferência em estúdio ou produzidas, como estas. Uma pena, pois são carros lindíssimos. Caso saiba onde eu encontro, avise.

Assim corria a humanidade…

Este carro me impressionou bastante. É um carro de corridas, do início do século 20, baseado na mecânica do Ford T, pelo que li é de 1919. Veja os detalhes dos mostradores e a qualidade e robustez com que foram construídos. Mais impressionante em tudo, é o conta giros. Olha como ele funciona. Tinha visto algo igual? Eu nunca. Veja, ainda, como os “bigodes” do T foram adaptados, redesenhados, certamente para a conveniência do piloto. Por último, me impressiona saber que alguém conseguia controlar tudo isso ao mesmo tempo e ainda dirigir. Gostaria de saber mais sobre este carro, mas infelizmente ainda não deu. Por hroa, admire as fotos, todos em boa resolução. Clique para ampliar. Ah, veio tudo lá do blog do Jesse, o Just a Car Guy, que já brigou comigo que eu não dou os créditos para ele. Aí está!