Nouvelle motocyclette allemande

No envelope agradável ao tato, minha estagiária, a Sra. Caran G. Jola, escreveu e colocou um bilhete, junto desta foto, que dizia o seguinte:

“Nova motocicleta alemã, motor de 1 hp , 25 km por hora, consome um litro de combustível a cada 1.000 Km rodados.
Espero que aprecie, C.G.J.”

Infelizmente, uma data não me dá. Nem mais nenhuma informação, exceto que em Paris, nesta época do ano, os termômetros ficam mais agradáveis para ela que, apesar da infância na Romênia, já teve tempo de criar netos aqui no Brasil e se habituar ao sol tropical, que lhe faz falta.

4 comentários sobre “Nouvelle motocyclette allemande

  1. regi nat rock disse:

    Tenho a impressão que a sra Caran, deve estar ‘mordendo’ os rapazes alegres e chegados numa coroa, livre leve e solta, decidida a compensar toda a trabalheira que os netos lhe deram. Conheço alguns casos e, creia, voltam com cara de satisfeitas e com perfil de “quero mais” nem um pouco preocupada com os sol tropical, pois as lareiras das alcovas, compensam a falta.. Nessa condição, ela não irá prestar muita atenção a pequenos detalhes como datas, mas eu arrisco década de 10. (começo dela).. Fico cá pensando no lastro em cima da roda para gerar tração e o desequilibrio cinético em uma curva . com esse pêndulo pendurado na bunda. hahahah. o “piloto” tem que ser muito mais que um ciclista. Tem que ser equilibrista. O manete de aceleração deve ficar na mão esquerda pois a roda traseira, não tem freio. Que trapizonga, putz!!!

  2. carrosantigos disse:

    Regi, eu espero que seus comentários mordazes não cheguem ao ouvido de MM. Jola… ela é, digamos, discreta, ou, se preferir, faz o jogo francês da sedução. Provavelmente fruto da época em que a família dela se muda para Paris, fugindo da Guerra. Depois eu conto, mas após derrota do Reich, jsutiçados os colaboracionistas e já alcançando a idade em que as meninas se deslubram pelos intelectuais, ela conheceu num café parisiense o nosso Fausto Wolf, e depois disso o Brasil ganhou seu coração.

  3. regi nat rock disse:

    Mordazes? eeuuuu? magina sô !. Digamos apenas que tentei reduzir a expressão mais simples um petit problema de justificativas de determinados folguedos. hãmnn… adultos. Fausto Wolf é ?. Lembro bem das suas intervenções no “O Pasquim”… Aquilo sim era mordacidade…Mme. vai me dar razão…

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s