Revista Carro à Vista – nº 32

No ritmo em que eu publico estas poucas edições da Revista Carro à Vista que tenho, meus herdeiros vão ter que terminar a empreitada por mim. Ouviu, Tales?

Segue um dos meus números favoritos, o 32, de Setembro de 1959.

Leio esta revista e me pergunto à quanto tempo não leio algo parecido. Não é, acredito, por que os Editores sejam maus ou por que os leitores sejam medíocres, hoje em dia. É antes por que uma boa revista sobre qualquer assunto não deveria ser exclusiva dele nem tratada por mentes abotoadas numa casca de noz. É como uma saborosa torta de limão: ela não é feita só de limão; se fosse, quem a comeria?

Nesta edição, que acaba de chegar às bancas de todo o universo, diversas matérias interessantes. Minha favorita, como sempre, é a “Bolsa Motorizada” com o preço dos automóveis e a peculiar parte “Autênticos Abacaxis até 1950”!

Na torta, o limão é secundário. No máximo uma raspa de siciliano por cima e basta. Além disso, ninguém suporta.

6 comentários sobre “Revista Carro à Vista – nº 32

  1. Belair disse:

    Stock Car: corridas de imbecis,loucos psicopatas….quem diria…
    O inspirador do Joca e o Zullino chama-se Jose’ Gimenez!! E fabricava moveis com a saudosa FORMICA !!!
    O melhor da revista e’,disparado,a coluna do Ibrahim Skoda,huahahahahaaha.
    Motor do “Delphine”,”compulsando” revistas especializadas,e outros errinhos saborosos de edicao…
    Viram quanto custava uma Ferrari Formula Um ???
    E agora,FINALMENTE,sabemos que o Chicao provavelmente foi funcionario da Wilson Russo S.A
    Fantastico Nik! Obrigado.

  2. Francisco José Pellegrino disse:

    Ano 1959, eu engatinhava no assunto, só interessava futebol pois havíamos sido campeões mundiais no ano anterior…MAS “TEM BOLA NA REDE WALDIR “…este eu lembro. Os preços das Ferraris são uma pechincha hj custam 32 milhões de dolares….os automóveis começam aparecer na minha vida a partir de 1964 quando vou trabalhar no centro de Sampa….

  3. Rui Amaral Jr disse:

    Ótima! Eu também não leio mais revista alguma! A QR que teve em meu amigo Expedito Marazzi um constante colaborador, hoje é uma porcaria e o que dizer da Auto Esporte então?
    Sou mais novo que o Chico nessa época tinha 5/6 anos, mas me lembrei de muitos nomes que vim a conhecer anos depois. Belair o José Gimenez Lopes foi quem vendeu o Porsche 550 Spyder ao meu irmão, foi parceiro de seu Chico em muitas corridas e quase venceram uma MM. O Angelo Giuliano conheci com o Expedito. Lendo lembrei de muita gente! Ótimo aquele artigo sobre a FI.

    Parabéns Nik

    Um abraço

  4. Belair disse:

    Pomba Chicao,foi ou nao foi na Wilson Russo que voce trabalhou?So’ curiosidade,kkkkkk…Conta como era ,caramba!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s