1948 Ford Sportsman De Luxe

Ah, esses woodies… Mais um da coleção que um dia foi do Nick Alexander. Interessante são as últimas duas fotos, em que se pode ver este Sportsman com a capota armada, coisa que eu nunca tinha visto antes. Mera curiosidade.

Para terminar, esse Sportsman é considerado o último fabricado, após ter sido de um professor por 35 anos, até ser roubado de sua garagem.

Diz o release da RM Auctions:

1948 was the final year for the old-style Ford, with an all-new model launched partway through the year. The wood-sided Sportsman convertible would end this year with just 28 built, and the all-wood bodies on the woody station wagons would be replaced with steel for the 1949 season.

100 bhp, 239.4 cu. in. L-head V8 engine, three-speed manual transmission with Columbia overdrive, solid front axle and live rear axle with transverse semi-elliptic leaf springs, four-wheel hydraulic drum brakes. Wheelbase: 114″.

6 comentários sobre “1948 Ford Sportsman De Luxe

  1. Irapuã disse:

    Rara preciosidade automobilística !
    Esse seu xará é (ou era) enjoado pra escolher seus modelos e fazer as restaurações. Difícil entender alguém se desfazer de um acervo destes, amealhado e trabalhado por anos. Claro que os valores arrecadados num leilão desses não é desprezível, mas…
    O cuidado nos detalhes é extraordinário, levando os carros ao nível ‘over-restored’, hoje questionado por muitos. O uso de pneus sem faixa branca indica o respeito ao conceiro do carro. Acho que não conseguirei nos dias de hoje levar meu Escort a esses padrões, KKKK
    Chama atenção neste modelo a necessidade de voltar às lanternas traseiras do 1941, de 7 anos antes. Coisas do pós-guerra.
    E o cuidado nas fotos também é uma coisa que ‘aparece’. Coisa de profissionais. É sensacional o contraste da locação: um barracão antigo, com modelos ao fundo em condição de conservação muito diversa do carro apresentado.
    Manda mais, Nik!!!

  2. carrosantigos disse:

    Ira, a Hemmings ano passado trouxe um pequeno artigo sobre over restoration, analisando o aspecto técnico, os materiais empregados e a dificuldade de certos padrões, e o psicológico, em que todos capricham por que em certos circuitos o carro nao pode ser mais como era nos anos 30 ou 50, mas como ele “é” nos anos 2010. Pena que, em alguns anos, quanto do efeito da industria da década de 40 terá sobrevivido a sucessivas ondeasse restauração, conceitos e materiais distintos? Muito poucos.

  3. Nanael Soubaim disse:

    A beleza é proporcional à dor de cabeça para manter o madeiramento, em um país tropical onde ter sucesso financeiro está se tornando crime. Eu teria, se pudesse, nem duvide, mas escolheria muito bem a ocasião para um passeio.

  4. carrosantigos disse:

    Nanael, o Nick disse que 95% da madeira presente em todos os seus carros é original. Não sei o quão difícil foi encontrar estes exemplares, mas entre eles há vários não restaurados, vou postar fotos de um na sequência. Mas antes o artigo da Hemmings sobre a coleção do homem.
    E sim, eu teria uma coleção idêntica. Neste país, só os desvios da merenda de um município pobre do Piauí são maiores que o valor alcançado por todos os carros quando leiloados, coisa de 13 milhões de reais. E nenhum veio parar em Pindorama.

  5. carrosantigos disse:

    Esqueci de escrever algo muito importante sobre este Sportsman. É considerado o último fabricado, depois de ter sido de um professor por 35 anos.

  6. Rodrigo disse:

    Nick, gostaria de saber se você tem mais informações sobre os fords do pos guerra, e mais especificamente do Ford 1942, pois em breve pretendo iniciar a restauração de um que meu pai guarda a 40 anos!
    abraço
    rodrigo

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s