Steve Jobs

Steve Jobs acabou de morrer. Que perda. Que perda. Quinze anos depois de eu ter mergulhado pela primeira vez em um produto seu, confesso: vai me fazer falta, esse cara. Uma falta que não será sentida alem de um círculo restrito, reconheço, pois sem sua cabeça, as idéias vão, eu tenho certeza, parar de fluir. E o mundo retoma amanhã, pacífico e aliviado, seu ritmo careta de idéias mesquinhas, cansativas e sem graça. Dormirão bem esta noite aqueles que por pobreza de espirito mesmo ou pior, ganância, não ofereceram ao mercado um sentido maior em sua tecnologia, que dizia diretamente ao espirito criador e criativo que existe em todos nós. Daqui pra frente, até sabe Deus quando, retomamos a idade média da tecnologia. Vamos aguardar o próximo ciclo. Haja saco.

Anúncios

2 comentários sobre “Steve Jobs

  1. Nik disse:

    Bom artigo, mas nada pode dar sentido maior ao trabalho dele que usar um Macintosh, Gui. Tu já tem um? Bom, já converti muitos amigos, você será o próximo se ainda nao o fez! Compre um Mac, Gui, descubra o que é, afinal, um computador!
    Há muito tempo eu vejo paralelos na história dele com a do jovem Henry Ford. Separei algumas coisas, nunca desenvolvi essa idéia. Quem sabe agora vai?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s