Mercury Wagon 1949

O Chico me fez lembrar desta foto, perdida aqui há muito tempo. Ele está na fase dos aviões + carros e eu ainda nos carrinhos, somente. Mas são uma combinação explosiva realmente. Eu ainda quero levar o Ford e o Camaro ao Museu Aeroespacial no Rio, em dia de festa, para fotografá-los ao lado de seus contemporâneos dos ares.

A foto a seguir é da Ford mesmo. A plasticidade da composição, as cores, a textura, a luz, tudo remete à saudade e absoluta qualidade do produto e do marketing que o endereçava. Justamente como não se faz mais hoje em dia. A julgar pela atmosfera do último comercial de um carro moderno que vi, vivemos todos num mundo asséptico, frio e sem trânsito algum nas ruas.

Chico, essa é também procê.

Anúncios

6 comentários sobre “Mercury Wagon 1949

  1. Irapuã disse:

    Preciso de uma dessas para fazer casal com o meu Mercury Sport Sedan 1951.
    …Pensei em tirar uma ninhada, hehehe. Mas por enquanto vou mante-lo só, até que tenha um tempo $$$obrando.
    Os Rufino, do “Celeiro do Carro Antigo” de Tijucas-SC (pequena cidade entre Balneário Camboriú e Florianóplois tinham um projeto com um carro desses, mas não sei em que pé estaria. Seria esse carro que o Luís fala?
    Abraço.

  2. Francisco José Pellegrino disse:

    Como vc disse já não se fazem mais comerciais como antigamente….ontem ví um da Honda com o CRV, coisa chata, dark, não anima a gente a comprar aquele trambolho. Tá vendo como a gente serve de inspiração…vc se lembrou de uma bela foto de carro e avião….esta minha fase “air cooled” é para me animar e ver se finalizamos aquela barata 356 que é um assunto que se arrasta por quase 5 anos….em outubro vamos ter festa com coxinhas, empadinhas, guaraná, heineken, bolo a escolher, para comemorarmos os 5 anos de luta. Faço questão da presença dos amigos aqui em casa.

  3. Nanael Soubaim disse:

    Pelo amor de Deus!!! E pensar que já fui ateu!!! Foi um anjo do Senhor que deu toda a idéia e os publicitários fizeram o melhor serviço que um humano poderia fazer com ela. É uma obra de arte! O respeito pela beleza do carro e das pessoas, o enquadramento cheio sem estar lotado, o hidroavião de fundo, tudo está absolutamente correcto nesta imagem.

    Propaganda, naquela época, fisgava pelo coração e pelo cérebro, hoje se concentra nas sensações do baixo ventre. Tive arrepios quando franksteinizaram o Sentra e colocaram um bando de marmanjos para cantar “Não tem cara de tiozão, iê-iê-iê”. Foi como se dissessem “Nanael, se manda que isto aqui não é para o teu bico”. Eu sou tiozão e gosto das boas cousas da tiozice. Nao troco um Opala ou um Landau por duas daquelas horroipilâncias, a não ser para vendê-las com desconto e comprar uma frota de carros de tiozão.

    Ah, ontem houve um passeio pelo bicentenário do bairro onde moro, fiz um feliz passeio em um Ford 31 com banco da sogra aberto, capota baixa e pára-brisas rebatido. Deveria ser lei haver ao menos um conversível por montadora.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s