Domingo

Domingo de sol, de paz, de alegria, de entusiasmo. Alinhamento raro de circunstâncias tão agradáveis. Daí que decidi lavar o Ford, sujo há semanas e espantar a poeira e a preguiça. E aproveitar o horário, pois antes das 8 ainda dá para andar de carro aqui em Itaipu. Como é gostoso uma reta aberta a 50 por hora. Os quebra-ventos convidavam para dentro uma brisa fresca deste inverno que ainda é primavera. Que delícia.

Botei os fones no ouvido, apertei random e veio esse tune aqui:

http://sites.google.com/site/oldcarpics/Home/14HeyHeyWhatCanIDo.mp3?attredirects=0&d=1

Que maravilha. Saudades, apesar de não saber bem do quê. Do sábado, em que pintei umas 8 horas seguidas, pode ser. Essa coisa vicia.

Aqui do lado de casa fica a praia de Itacoatiara. Pelas mãos dos surfistas ficou famosa no mundo inteiro. O mundo dos surfistas, pelo menos. Realmente é um dos lugares mais bonitos do Rio de Janeiro. Alguns quiosques, uma restinga em franca recuperação, muita gente jovem e bonita. Era muito cedo, mas fui pra lá.

Parei para admirar o mar por cima da restinga e percebi que um pequeno trecho da orla, justo onde eu estacionei, já recebia o sol da manhã. Fotografar, o verbo me veio na cabeça na hora. Vira daqui, dali, ajoelha, tirei algumas, ri sozinho. Esse carro é fotogênico, e ele sabe disso.

Fui esticar as bielas, ainda frias, e vi que na outra ponta da praia já rolava um campeonato de surf. Na hora pensei em descolar um longboard daquele emprestado, enfiar pela janela e fazer “a” foto. Mas a garotada estava toda no mar. Ali em cima na rua só eu, um senhor e seu labrador. Achei que ele iria reconhecer o Ford, mas ele devia andar a pé naquela época.

Já vendo muitos carros na rua, bati a chave fiz o retorno em Piratininga e decidi voltar pra casa. Estava pensando nos desenhos de sábado, que ainda precisavam de umas pinceladas. Essa coisa de desenhar, pintar, é algo que se treina como música. Sem partitura o jeito é copiar o de outro até a coisa entrar na veia. E eu tenho feito isso. Dentro do que gosto e consigo.

O cachorrão aí de cima tá pronto há uns dois meses. O desenho é do Jeff Norwell, um gênio que produz algumas das melhores ilustrações no cenário hot rod atualmente. E ainda por cima generoso, pois seu portfolio vai todo para o blog. Só tomei a liberdade de acrescentar ao desenho do “Winston”, o cachorro bravo do Jeff, o alerta pra gaiato nenhum se meter a besta com os carangos. Vai que cola.

Aproveitei pra terminar o picareta aí de baixo. Tive que apagar o texto anterior pois, sem fundo, tava fraco. Acho que tá melhor, eu gostei. Está melhorando.

Antes de tomar o café da matina ainda dei o aperto final nos 24 parafusos do meu novo porta chaves. Essa idéia veio num dia em que eu estava lendo sobre o desenvolvimento do flathead e subitamente quis de alguma fora reconstruir aquilo, sei lá o que me deu. A idéia da tampa do motor veio de um pedaço de madeira que estava do lado da bancada, de umas velas velhas no fundo de uma caixa e de um parafuso sextavado que havia caído do Ford dias antes e do qual não descobri a origem ainda. Juntei tudo e fiz uma tampa de um flathead 39/48 que ainda me segura as chaves. Gostei.

Na sexta feira tive a idéia de pintar uma vela do motor. Peguei uma, parquímetro na mão, reduzi em proporções e caí dentro da empreitada. Jogo do Brasil rolando e eu no pincel. Muito melhor do que o empate com os patrícios, sem dúvida alguma.

Tenho visto bastante o material do Feno, argentino da pesada com um frescor que os pintores americanos em sua maioria não têm há bastante tempo. Ficaram 20 anos sem dar atenção ao legado do Dutch e, após o revival dos 90, estão perdidos em como fazer aqueles traços que funcionavam. Descobri também o brasileiro barra-pesada, cheio de talento, o Alexandre Machado, que realmente impressiona pelo talento e qualidade dos seus trabalhos. Ele é fera.

Enquanto o santo de nenhum deles baixa por aqui, sigo produzindo os signs pra garagem. Quando fizer uns 15 ou 20, paro e vou aprender a tocar xilofone.

Estou aqui escrevendo esse post há uma meia hora. Por que escrevi isso tudo? Acho que foi a homilia do Pe. João Pedro ontem, ele estava inspirado como de costume na missa das 7. Ah, e ele falou alguma coisa sobre buscarmos aquilo que nos une e jamais aquilo que nos afasta. Taí, o automóvel é algo que deveria nos unir sempre. Nem sempre isso acontece, existem pessoas difícies por aí. Essa turma deveria começar a pintar logo. O domingo passa que é uma maravilha.

Boa semana para todos. Paz.

Nik.

Anúncios

8 comentários sobre “Domingo

  1. Francisco José Pellegrino disse:

    Tio, vc tá inspirado….tem a vida que gosta e isto lhe faz bem !

  2. Mário Buzian disse:

    Bem bacana esse domingão, hein ??
    Eu fui na casa do sogro e da sogra almoçar e assistir ao jogo da Alemanha…Mas não fui de Dart Sumatra pq. o tempo não ajudou por essas bandas, e eu que não sou louco de sair com a patroa a tiracolo de Dodge com uma baita chuva e neblina ainda por cima !!!
    Vamos ver no final de semana que vem…
    Uma ótima semana a todos nós !!!

  3. Carros Antigos disse:

    Chico, estou me esforçando para viver assim, quando dá. Ontem foi tão bom que nem precisei do tarja preta! Só lembrei dele hoje cedo, depois de uma boa noite de sono. ;)
    Dan, aqui nos quiosques, caso não saiba, têm uma caipirinha de lima que… é paulada! Quando tu vai aparecer por aqui?

  4. Nanael Soubaim disse:

    O chaveiro flathead ficou do balacobaco. A tua imagem no cromado do caça-mulata ficou muito boa, é para se colocar numa plaqueta dizendo “Chefe feliz, mas não abusa”, mas deixar meu nariz de batata aparecer é cousa que eu não faço de jeito nenhum. Eu queimaria o cartão de memória.

  5. Luiz Felipe disse:

    Rapaz, neste domingo também resolvi tirar o camaro da garagem. Peguei a patroa e nos despencamos da vargem grande para… adivinha… Itaipu…kkkk quase nos esbarramos!!! kkkk
    Belas fotos, Nik. Um grande abraço.

  6. Carros Antigos disse:

    PÔ, LUIZ!!!!!!!!! Me escrava (nikollas.ramos@gmail.com) pra gente combinar de tu ir lá em casa!!!! Colocar os dois lado a lado, tirar umas fotos e rir um bocado. Mas tava lindo o domingo, né? Um espetáculo!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s