Rio de Janeiro, Coca-Cola

Tenho alguns livros aqui que sempre que os vejo me dá aquela vontade irresistível de colocar no blog suas melhores imagens. Como esta, que veio do mesmo livro de onde tirei aquela foto do Arpoador.

O problema é que eu não consigo me ater ao assunto e, em seguida, acabo me esquecendo de dar continuidade à publicação destas fotos, como tantas outras. Por isso hoje vou publicar duas. Este livro, em especial, têm umas 25 fotografias do Rio de Janeiro, entre 1930 e 1960, que são ouro puro em se tratando de automóveis.

Para quem entende de caminhão, qual é o modelo abaixo? Um International 1952? Só imagino se, nesta ocasião, a Coca-Cola já teria sede na Praia do Flamengo e se a foto não teria sido clicada por ali. Palpite, pois o mar está logo ali atrás, certo?

Anúncios

8 comentários sobre “Rio de Janeiro, Coca-Cola

  1. Nanael Soubaim disse:

    Interessante ver que dava para quebrar uma garrafa no mascote do capô sem o mesmo se soltar, tenho restrições à idéia de que tudo deve se desmontar em um impacto, mesmo peças de plástico vagabundo (como as lanternas modernas) podem ser perigosas em vôos com circunflexo de alta velocidade.

  2. AGB disse:

    A “senhorinha” é a falecida atriz Renata Fronzi. Nascida na Argentina, fez muito sucesso como vedete do teatro rebolado, mas tambem em comédias e na televisão, desde os anos 40. E o caminhão L180 parece-me que foi fabricado entre 1950 e 52. AGB

  3. Dan disse:

    Caramba! Renata Fronzi é ícone da minha infância desde antes da “Família Trapo”! Brilha para sempre no firmamento do meu coração.
    Mas cá pra nós, saiu mal na foto. Irreconhecível.

  4. Mário Buzian disse:

    Nanael lembrou muito bem, bons tempos aqueles em que era possível quebrar uma garrafa de Coca-Cola (que já era bem grossa e pesada naquela época) no capô de um carro e ele continuar intacto !!!
    Legal saber que era a Renata Fronzi nessa bela imagem…

  5. Carros Antigos disse:

    A imagem é bela, mas ela saiu mal sim. Depois que o AGB matou a charada, até eu me surpreendi que era ela. Será que não tentaram despedaçar o litrão no nariz dela antes? Tadinha!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s