Lindóia ’10 Swap Meet – 1

Um trecho enorme de Lindóia este ano foi ocupado por antiquários. Vendem de tudo, exceto coisas relacionadas ao automóvel. Certamente que foi idéia de um jovem à frente da empresa que organiza o evento, a fim de incrementar o “mix” de produtos. Idéia de jerico.

Sim, é aquele Mercury que pouco se vê, o Turnpike Cruiser. Feio que dói, mas mui fotogênico.

A vocação de Lindóia, definitivamente, é a venda de carros e peças. Desconsiderar isso é um erro. Um dia, quem sabe, o evento se transforme num daqueles grandes “swap meet” americanos, em que se estacionam os carros de um lado e do outro qualquer um monta sua tenda para a venda ou troca de produtos. Não seria má idéia, todos ganhariam com isso, exceto o rapaz que pensa em “mix” de produtos e quem cobra para por ordem na turba.

Lado a lado, testemunhas da história, os vovôs de Detroit. Só em Lindóia.

No mais, sábado a tarde ainda havia muito espaço vazio. Partes do gramado foram doadas aos peregrinos, como a imensa sombra ao lado da área de alimentação, onde almocei acocorado sob frondosa e refrescante copa verde. Muita gente, muitas peças, muita rotatividade de expositores, talvez pelos altos preços cobrados aos mesmos. Um colega, que negocia em área nobre, me disse que seu espaço custa mais de 5K. Justo ou não, é tungar justamente o bolso de quem mais faz pela festa, com muito sacrifício e muita dificuldade, que são os vendedores de peças usadas. Seria mais fácil meter a mão no bolso dos expositores, mas eles sabem reclamar ora bolas, e aí o rapaz do “mix” se arrepende pelo que pagou em 4 anos na Escola de Marketing.

Ééé, um Packard V12 com o motor aberto. Obrigado, Magneto, e mais fotos em breve.

Sob meu ponto de vista, foi o ano dos Fords, depois do dos Chevrolet, Opalas e Fuscas – finalmente. Muitos à venda (os preços que li estão diferentes e para menos) e em exposição. Caminhonetes as mais variadas, inclusive duas lindas International e uma Studebaker.

Que tal esse odômetro? Sensível ao menor balanço, o disco de velocidade oscila, em kilômetros por hora, 70 ou 80 anos depois de sair da fábrica

Nunca pensei em premiar um carro, acho isso bobagem. Cada um deveria fazer o que gosta por si e não pensando no reconhecimento dos outros. Mas depois de ver o AMC Rambler 1957 que debutou em Lindóia, depois de 6 anos de restauração, me ocorreu que aquele senhor (com camisa do Rambler Clube, olha que quixotesco!) mereceria ser ovacionado por todos. É impressionante ver esse AMC. É lindo, espetacular, deslumbrante e por aí vai.

Ah, o único banheiro limpo que encontrei em Lindóia. Como as costas doíam e a posição é ingrata, adiei a empreitada.

Esse ano a festa estava linda, mas há algo de diferente no ar. Para variar um ou dois boatos mas fato é que a organização está mexendo com Lindóia. Não sei o que eles querem nem o que pretendem. Só espero que a frente de tudo não esteja, com a palavra final, o rapaz do “mix” dos produtos.

Acabei de chegar e já li o post do Guilherme sobre o Encontro. Imperdível. Tudo que é digno de nota está ali, não deixe de ler. O que ficou de fora, o resto, as minhas pitangas, estão a seguir. Todos os meus posts de Lindóia 2010 poderão ser lidos aqui, neste link.

Vista da grande festa em Lindóia, sábado à tarde. Dá para ver o gramado, e não é isso que fui ver lá.

Anúncios

8 comentários sobre “Lindóia ’10 Swap Meet – 1

  1. Luís Augusto Malta disse:

    Nik, Lindóia se tornou vítima do próprio gigantismo. Carros demais, prêmios demais, egos inflados demais e qualidade de menos. Os expositores de peças se tornaram vítimas da própria ganância, graças aos preços irreais que normalmente praticam e a organização deve estar querendo sua parte na brincadeira. Mesmo assim aparecem coisas interessantíssimas como o Rambler. O último encontro que fui foi em 2007, inferior a 2005, que ainda tinha muita coisa boa, mas já dava sinais de decadência.

  2. Carros Antigos disse:

    De fato, Luís, os fariseus tomaram conta do templo. Mas ainda não tenho nada melhor a menos de 600km de casa; Araxá está a quase mil, longe pá-dedéu. Bem que eu adoraria ir lá este ano, mas se carioca fosse bem vindo o Og mantinha o evento em São Lourenço!

    Outro dia conversávamos aqui sobre o encontro de carros ideal, e essa piada do Swap Meet me ocorreu lá ontem, pensando em como se equilibrariam as forças se fosse um evento aberto e gratuito, como os gringos fazem. Ilusão.

    A arrogância de alguns que andam por lá não pára de crescer. Este ano me arrependi de ter esquecido o ipod. Não dá para escutar o que se fala ao seu lado em 90% das vezes, é ridículo de-mais. Ô gente besta, meu Deus!

    Mas a alegria das pessoas no geral é contagiante, me entusiasmo com isso. Mas tá ficando diferente mesmo, não sei até quando vai valer a pena.

  3. Luís Augusto Malta disse:

    Sobre o encontro do Veteran de MG, ele sempre foi em Araxá desde os anos 80, exceção feita para os anos de 1997 (salvo engano) a 2001, quando o Grande Hotel esteve fechado para reformas (diz o folclore que um certo governador mineiro depenou o hotel dos seus suntuosos lustres e adornos para equipar uma de suas fazendas…). A partir de 2002, o evento voltou para Araxá.

  4. francisco disse:

    Vcs estão querendo demais…isto que está aí em Lindóia é sempre do mesmo jeito, todo primeiro domingo do mês tem um encontro da antigos na Estação da Luz em Sampa, lugar muito bom, um belo Jardim Antigo ao lado, a Pinacoteca que é uma das referências da arte em Sampa…sabe quanto te cobram para ficar “sócio” e participar todo ano? r$ 90,00 POR AUTOMÓVEL, não dá meus amigos, aqui em Santo André tem encontro todo o segundo domingo do mês, não se paga para entrar, porém tb os colecionadores não apresentam seus carros, sem demérito algum, só tem fusca,opala,rural, jeep, em geral os carros nacionais e algumas réplicas…e os mesmos barraqueiros de sempre, nas quartas feiras tem o encontro feito pelo Helio Herbert em São Bernardo do Campo,são sempre os mesmos, nada de novidade….NÃO VAMOS QUERER IMAGINAR QUE OS GRANDES COLECIONADORES EXPONHAM QUALQUER COISA INTERESSANTE EM LINDÓIA….O RAMBLER É LEGAL, MAS É UM DAQUELES CLÁSSICOS QUE TE ENCHEM OS OLHOS ????????????, ví alguns Camaros maravilhosos da primeira série mas são carros para comércio….gaste a sola do tenis fotografe muito e contente-se com o passeio, umas pequenas férias, passear pelo mercado persa…é tudo igual no Brasil inteiro…Araxá é uma excessão pois é patrocinado pela Fiat e por lá tem suas regras…é mais elitizado, coisa para o Luis…Nikollas aproveite o passeio suba lá no Cristo e fotografe a feira toda….

  5. Carros Antigos disse:

    Já tô de volta, Chico, ia ficar até hoje mas o Tales entrou em crise respiratória e tive que voltar ontem de pressa. Deixei de me encontrar com o Irapuã, espero que ele me perdoe. Agora você eu não perdôo não, tu podia ter me ligado, seu cachorro! RSRSRS!

    Araxá não me seduz, a primeira vista. Sim, deve ser lindo, naquela cidade tudo deve ser mais do que nos outros lugares. Mas são carros muito clássicos, me remetem a uma idéia vetusta da coisa, de senhores entediados e seus brinquedos milionários, coisa da minha psique, que não se atrai muito por carros europeus.

    Lindóia é ainda uma grande festa, pelas pessoas, pelos carros à venda e pelos vendedores, nessa ordem. Por isso, quando as pessoas deixarem de se interessar pela festa, o resto cai junto.

    Lamento saber que em SP os eventos são mais ou menos assim. Aqui no Rio, idem, em NIterói, que já tivemos grandes eventos mensais, hoje não temos nada. NADA!

  6. Francisco disse:

    Não fique mais chateado do que eu já fiquei, estes meus problemas familiares tiram a gente do sério, na hora que vc me ligou eu já estava na estrada de retôrno…eu liguei na manhã para vc e foi para a caixa postal…fique sossegado que a gente vai se encontrar, mais dia menos dia vou criar coragem e passear pelo Rio depois de tantos anos, já perdí a conta de quantos tempo que eu não vou por aí…a Cobra Computadores ainda existia e eu ía sempre visitá-los lá perto do Autódromo, tomava um onibus na Rodoviária via Maracanã/Vila Isabel e ía me divertindo…até Jacarepaguá…….bons tempos.Fico chateado e espero que o Tales já esteja melhor…. Vc leu a Classic deste mês ? o editorial vem ao encontro daquilo que estamos querendo fazer….pense.
    Passou Lindóia agora o resto é pelo Brasil, mas não tem o mesmo charme.

  7. Carros Antigos disse:

    Tranquilo, Chico, só te provocando. Tales tá melhor, chegamos do médico agora, alergia apenas.
    Não vi a revista, nem a última em que, parece, andaram se inspirando por aqui, segundo o Guilherme. Vou conseguir uma pra ler e te escrevo.

  8. Rafael R.Aldana disse:

    Parabens pelas fotos e reportagem
    Valeu
    Um Abraco
    Rafael R.Aldana

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s