São Paulo, década de 50 e 70

Incrível, sem chuva.

Anúncios

5 comentários sobre “São Paulo, década de 50 e 70

  1. francisco disse:

    Caro amigo Nikollas, esta situação de chuva aqui em Sampa não é novidade nenhuma, eu tenho quase 62 anos de idade e me lembro muito bem das enchentes causadas pelos rios Tamanduateí, Tiête e outros por aqui, desde os anos 60….só temos hj mais exploração pela midia e por politicos que querem ocupar o lugar de outros nos comandos de governo estadual e municipal….a cidade cresceu absurdamente e os investimentos não foram feitas na mesma medida, todas aquelas que são banhadas pelo Tamanduateí,ou seja, Santo André,São Caetano e pelo Corrego dos Meninos que é São Bernardo do Campo sofrem demais e isto tudo vai parar dentro do Tiête enchendo as marginais na grande cidade….deveria ter sido feito aqui aquilo que fizeram em Los Angeles, ou seja canais hiper, super, mega gigantescos que conseguem escoar as aguas da grande metrópole; mas caro amigo…..aqui é terceiro mundo, ninguem diz a vc o que faz com seu IPTU, com seu IPVA, com seu IPI, com seu IR, com seu ICMS e com os milhares de impostos que nos impingem goela abaixo…entraremos numa disputa presidencial e aí será como no futebol…de um lado aqueles que gostam e de outro os q não gostam….mas nunca se discutirá politicas publicas, será embate politico por cargos e não por IDÉIAS…..desculpe me alongar tanto no assunto.

    Grande abraço

  2. Carros Antigos disse:

    Pô, Chico, não quis espezinhar. Só implicar um pouco, nada além. ;)
    Sobre SP, bem, tu disse tudo. O triste, para quem não mora aí, é ver que, se a cidade mais rica do país sobre dos mesmos males que seus mais pobres rincões, logo, o que há de ser do resto de nós, se não o mesmo?

  3. Mário Buzian disse:

    Puxa vida, vendo essa foto do Minhocão me deu até nostalgia…Antes de alguém pensar besteira, eu explico: de 1970 até 1975 eu morava no Bairro do Limão, zona norte, e toda a família vivia na zona leste, então nos finais de semana era o nosso caminho certo pra visitar os parentes, e eu achava o máximo ir “por cima” de tudo e de todos, coisa de criança maravilhada com as novidades…
    E como bem notou o David, ver um KG conversível junto a um Dart logo no começo dos anos 70 é um colírio aos olhos (e a alma também, rsrsrsrs !!!)
    Forte abraço, Nik !!!

  4. Hensa disse:

    A Avenida São João era como a Av. Paulista, até que o senhor Paólo Malóf detonou o centro com sua maravilhosa obra de arte.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s