Rio de Janeiro, o paraíso das Cadillacs.

Este artigo veio da “Revista de Automóveis”, que era editada aqui no Rio mesmo, edição de maio de 1954.

A revista, para quem não conhece, não tem paralelo em qualidade com nenhuma outra publicação sobre automóveis, sejam novos ou principalmente os antigos, entre as que se compra em bancas de jornais hoje em dia. Nenhuma!

Muito bem produzida, tinha uma linha editorial um pouco diferente de sua rival de então, a “Carros à Vista” da qual já publiquei vários artigos aqui. Sei que o amigo Guilherme têm alguns exemplares e, quem sabe agora que ele comprou um scanner, não veremos aflorar grandes artigos desta revista no Blog AVA?

Eu só tenho este exemplar, apesar de não ser difícil de encontrar alguns outros pelos sebos do Rio. Em Ipanema recentemente foi vendido em uma livraria uma coleção inteira, completa, mas por 50 reais a unidade. Coisa para gente fina, como se vê.

Aliás, falando em coisa fina, esta é a melhor matéria da edição em questão. Prova por A+B que o Rio de Janeiro, em 1953, ano da pesquisa sobre automóveis licenciados na capital federal, era não só a capital dos conversíveis como também o paraíso dos Cadillacs. Eles simplesmente só perdiam em quantidade para Fords e Chevrolets, ficando à frente dos Dodges, Chrysler, Morris, Buicks e por aí vai.

Não deixe de ler, é um artigo e tanto, um retrato meticuloso de uma época de ouro deste país. Boa leitura.

Anúncios

8 comentários sobre “Rio de Janeiro, o paraíso das Cadillacs.

  1. MAKINETA disse:

    TB PUDERA… CAPITAL DO BRASIL A ELITE E SEUS ANTECESSORES E SUCESSORES… INTERESSANTE SAO OS CADDY DE PRAÇA… E OLHA A QUANTIDADE DE LINCOLNS??

    A MAIORIA FOI PRA BRASILIA QUANDO A CAPITAL MUDOU…

    OUTRA PARCELA ACABOU EM AFIADOS MACHADOS E VIRARAM PREGOS E FOGOES…

  2. Guilherme Gomes disse:

    Os carros cariocas foram todos pra CSN… O alto valor do metro quadrado, e o poder aquisitivo de seus proprietários promoveu o extermínio de quase 100% dos carros do Rio de Janeiro. Os que sobraram, ou foram pra Petrópolis e Cia e Juiz de Fora-BH, ou acabaram-se nos ferros-velhos. No panorama do antigomobilismo nacional, os carros do Rio são inespressivos… Sobraram em grande massa os paulistas, mineiros e sulistas… Essa é uma história ainda a ser contada…

    Abraço,

  3. makineta disse:

    SEI NAO…
    RIO TEM MUITOOO CARRO BOM E RARO AINDA PENA QUE NAO SEI PQ MAS NAO EXISTE A MESMA UNIAO E NEM O MESMO CIRCUIOTOS E QUALIDADE DOS EVENTOS PAULISTA E MINEIROS…

  4. Guilherme Gomes disse:

    Esclarecendo possível mal entendido.
    Não digo que o Rio hoje não tenho expressividade, até tem, na minha opinião tímida, mas tem. O que digo é que a capital sul-americana dos Cadillac e conversíveis, hoje tem menos carros que o Rio Grande do Sul, por exemplo. E mais, muitos dos carros que brilham nos eventos da capital e da montanha, foram comprados em São Paulo…

  5. Nikollas Ramos disse:

    Acho que o Makineta fala do movimento em si no Rio que carece de maior participação. Existem grandes carros no Rio, Guilherme, te garanto. Coleções fantásticas e muitas raridades, mas essas pessoas simplesmente não dovulgam seu acervo em eventos.
    E, sim, concordo que no Sul, SP e BH existem mais carros que aqui, mas a sensação é reforçada pelo engajamento de seus donos em encontros, oficinas de restauração e afins.
    Mas que aqui têm muita coisa legal, ah, tem! Pena que não dá pra gente fotografar.

  6. Luiz Sampayo disse:

    A uns dez anos visitei, no interior do Rio, a antiga fazenda de café que outrora pertenceu ao Barão de Vassouras. Lá se encontrava, entre Cadys, uma das melhores coleções de VCars que jah tive oportunidade de ver. Ab

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s