O Ford 46 do Pai do Rui

O Rui Pastor, que já nos deu o prazer de ver as fotos do Ford 51 de seu pai, desta vez manda uma preciosidade, uma raridade: fotos da miniatura que ele guarda até hoje de um Ford 1946 que, bem, que nos conte o próprio Rui:

“Em 1946, meu pai comprou um Ford e junto ganhou uma miniatura em antimônio, que guardo com muito carinho. Segundo ele me disse, ele comprou o carro na cor bege mas não tinham a miniatura da mesma cor, escolhendo esta da foto. É isso, forte abraço.”

Engraçado, mas esse expediente deve ter sido razoavelmente comum no negócio de venda de carros. Já ouvi história parecida sobre miniaturas do Dodge Dart 1970 e 71, de um filho de ex-dono de concessionária Chrysler, que ficou de me arrumar fotos, mas até ontem, nada!

De qualquer forma são todos tesouros. O do Rui pelo menos, está bem guardado. E há 63 anos…

Obrigado, Rui.

Anúncios

13 comentários sobre “O Ford 46 do Pai do Rui

  1. Nanael Soubaim disse:

    Tenho formação em metalurgia e afirmo, a fundição desta peça (mesmo que en antimônio) na época era muito difícil. Ainda hoje não é fácil, mas a parca precisão métrica que se tinha a torna uma obra de arte injectada. Já temos injectoras robotizadas que fazem proezas, mas os riscos de não dar certo são muito grandes, bem como as perdas de peças mal preenchidas.

  2. Nikollas Ramos disse:

    O que é um segundo olhar sobre a mesma coisa. Eu já tinha me apaixonado pela qualidade da peça por si, admirei seus detalhes de construção, achei a parte interna bem acabada, especialmente ali onde se fixam as rodinhas. Agora, mais ilustrado pelo comentário do amigo, o reconhecimento dobra.
    Mas, fingindo que eu entendi tudo o que escreveu, como acha então que isso foi feito nos idos de 40? Tu achas que havia condições disto ser fundido aqui ou será que veio de fora? Pois pelas fotos não vi sinal de “made in” lugar nenhum.

  3. Rui Pastor disse:

    Meu pai disse que era importado. Na miniatura, não há nada mencionado.

  4. Nanael Soubaim disse:

    Muito provavelmente a peça é realmente importada. Na remota hipótese de ter sido fundida aqui, o maquinário seria todo importado. O risco de se injectar metal é ele “secar” antes de ter preenchido todo o molde, gerando um ponto de fragilidade, quando não um buraco na peça. Por isso se usa tanto plástico (nem sempre de qualidade) para fabricar brinquedos, e ror isso digo que esse carrinho não era muito barato, mesmo nos Estados Unidos. O maquinário e a mão-de-obra para tamanha qualidade oneravam bastante, mas graças à teimosia de fabricantes e consumidores, houve investimentos na tecnologia e hoje um Hot Weehls custa menos de cinco reais. Admiradores dos rodas-quentes, agradeçam vossos avós.

  5. PEDRO ROBERTO disse:

    Alguém estaria interessado em adquirir um Ford 46 em excelente estado? Tenho um preto funcionando perfeitamente, precisa de restauração. Motor 8Ba. 4portas. Vr. 30.000,00.

  6. EDUARDO FRICK disse:

    BOA TARDE,

    ONDE PODERIA ENCONTRAR UMA MINIATURA DO FORD 1946. PARA ACERVO PESSOAL.

    ATENCIOSAMENTE,

    EDUARDO F.

  7. Renato Santander disse:

    Eu ja tive uma miniatura como está de fusca! Porém era toda preta, acredito que eram compradas assim pretas no plastico e posteriormente pintadas a mão dada a epoca do veiculo e miniatura!

  8. moises vazquez disse:

    I have a Ford 46 just like that one but the color is burgundy i found it in the United States in a Garage Sale, I may send you pictures if you want. Moises Vazquez (Mexico)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s