Os novos Ford para 1949

Depois que eu andei no Ford 1950 de um amigo, um raro modelo coupê Crestliner, o carrinho passou a me ocupar a atenção. Até demais. Estes Ford (1949 e 50) não saem mais da minha cabeça e talvez organizando aqui um pouco da história deles isso passe. Vamos ver. Como sempre, o texto é pretexto para compartilhar fotos que eu adoro.

1949 Ford Club coupe

carros_antigos_226

Como todo mundo já devia saber, exceto eu, os Ford 49 foram o primeiro design original da Ford depois da II Guerra Mundial, um período traumático na empresa que perderia seu fundador e seria sucedida pelo neto de apenas 30 anos, Henry Ford II, em 1947. Foi um projeto inteiramente novo, que corrigiu aspectos defasados ou mesmo obsoletos dos Ford de 1948, que nada mais eram que a reedição dos modelos para 41 e 42.

carros_antigos_0134

O Ford 49 foi apresentado ao mercado posando ao lado do Modelo T (acima). A mensagem era óbvia: “nós vamos revolucionar sua vida novamente!”. E ao que parece conseguiram pois, segundo o próprio Henry Ford Museum, os Ford 1949 e 50 salvaram a companhia da falência.

carros_antigos_236

A Ford reforçou esta mensagem de um produto inteiramente novo, um marco na história da companhia, o que ele de fato foi. Acima, colocando na perspectiva correta em foto do ano do lançamento: o Ford modelo A, o modelo T, o sedan 1948 e o novíssimo 49. Abaixo, dois outdoors também de 1949, em que é fácil entender com que velocidade se deu o sucesso dos novos Ford.

ford49

Acima, quase um milhão de Fords vendidos em 1949. Logo depois, no mesmo ano, já somam mais de um milhão.

ford2

colorComo dito, quando acabou a guerra, nem a Ford, nem a Chrysler e nem a General Motors tinham um produto novo para oferecer ao mercado. O que é fácil de compreender, pois eles passaram os últimos anos fabrincado fuzis, penicos e bombardeiros, em nome do esforço de guerra. Quem saiu na frente foi a Studebaker (“First by far with a pre war car”) e  a Kaiser-Frazer, estes sim fabricantes dos primeiros veículos do pós-guerra. Seus carros, modernos e originais, serviam para ngativar ainda mais a imagem do produto antiquado e defasado que as majors ofereciam, e isso era péssimo para os negócios, como se pode imaginar. Bastava colocar um Chevrolet 39 ou De Soto 40 ao lado de um Studebaker para que o constrangimento fosse total.

carros_antigos_153

O pós-guerra foi uma época difícil para o americano em particular. O novo Ford fez parte desta história com entusiasmo e qualidades que o transformaram em um clássico.

carros_antigos_186

O desenvolvimento do projeto do Ford foi muito parecido, dizem os entendidos, com o de outros automóveis. Confuso, tumultuado, violento. Há um artigo interessantíssimo aqui que conta em detalhes todo o processo. Leitura obrigatória. Mas também não deixe de ver o vídeo que o Mário Buzian me enviou a dica, a versão em película da Ford para a mesma história. Imperdível.

carros_antigos_180

Acima, promoção do lançamento do 49 e abaixo um coupê Crestliner como o do meu amigo San, em foto de fevereiro de 1956.

carros_antigos_141

Depois que o carro se tornou um sucesso, muitos disputaram a paternidade do design, entre elas Robert Bourke, egresso da Studebacker que, dois anos antes, lançara no mercado um nariz (spinner) muito parecido em sua linha. Mas, ao que parece, foi um certo Joe Oros o designer responsável pelo toque de mestre tão característico nos Ford 49 e 50, além de outras partes do projeto.

carros_antigos_187

A foto acima é do início da década de 60, na Califórnia. Parece cenográfica mas não é. Apenas mais um dia na vida de um jovem de sorte, pois se não!

Os Ford 49 tinham duas ou quatro portas e estavam disponíveis em duas versões, Standard e Custom. O pára-brisa bipartido era um capricho comum da época. O teto era alto mesmo e era impossível não reconhecer aquele nariz por aí, que esteve presente até o ano seguinte sendo aposentado em 1951. Neste ano de 1949 foram vendidos mais de 1.100.000 carros, gerando um lucro de 177 milhões de dólares em dinheiro da época para a Ford Motor Company.

carros_antigos_1911

O Ford é o carro do trabalhador comum, reconhecido por entregar boas qualidades  e uma mecânica confiável. Um automóvel honesto, como se diz. No caso do 49 isso se torna evidente na medida em que a única coisa herdada de outros projetos é justamente a mecânica, os V8 flathead que a Ford havia lançado em 1932. Robustos e confiáveis, o que mais se precisava para complementar um conjunto tão harmônico, bonito e agradável?

Abaixo, algumas fotos que eu gostei sobre este carro que ainda não saiu da minha cabeça. Com tantas qualidades, como poderia ser diferente?

carros_antigos_213

carros_antigos_184

carros_antigos_179carros_antigos_137

carros_antigos_163

carros_antigos_211

1949 Ford woodie wagon in front of home with family

carros_antigos_219carros_antigos_223carros_antigos_229

carros_antigos_143

Para quem quer ler mais, recomendo:

1. Henry Ford Museum

2. A história do projeto do Ford 49

3. A história do Ford Crestliner 1950 e 51.

20 comentários sobre “Os novos Ford para 1949

  1. smarca disse:

    Nikollas, belíssimas fotos.
    Cara! Que compilação de fotos antigas, quase todo dia, nunca acaba, fotos marcantes.
    Não tenho postado mais comentários, mas todos os dias, uma vez ao dia, sempre venho aqui curtir suas últimas postagens.
    Grande abraço.

  2. Mário Buzian disse:

    Nik,

    Fantásticas imagens de um verdadeiro clássico sobre rodas os famosos 49′ Ford,precursores dos “spinnings” em sua grade,era realmente um novo carro…
    Meu sogro foi um feliz proprietário de um carro desses,mas fabricado em 1952,modelo Tudor com motor Ford V8 BA e caixa mecânica,o qual ele próprio retirou zero km. na Ribeiro Jung,famosa concessionária Ford em Porto Alegre.Esse Ford tem uma história muito interessante,ele foi adquirido pela Fundação Jesuita do Brasil para uso na região do Vale dos Sinos,e meu sogro teve a sorte de usá-lo por vários anos a fio,já que ele começou sua vida como padre (detalhe que pouquíssima gente sabe…).
    Naqueles tempos,estudar era muito caro,e a opção da família Scheid foi justamente enviar seu filho Pedro para um convento aos nove anos de idade,para seguir com o celibato.
    Meu sogro apenas quebrou os seus votos por conta de uma enfermeira que conheceu na Alemanha,uma belíssima loira de olhos claros,que vem a ser a mãe de minha esposa,e minha adorada sogra,dona Toni…
    O mais legal disso tudo é que quando Seu Pedro saiu de sua vida religiosa para se tornar um “reles mortal”,como ele mesmo brinca,a Cúria colocaria à venda o seu carro de uso,o Ford 52,e de pronto seu pai emprestou op dinheiro para a compra do mesmo.
    Esse carro serviu de rebocador de trailers até meu sogro ter capital suficiente para aquisição de um novíssimo Ford Galaxie LTD,isso em meados de 1969.Ao invés de passar esse “velhinho” para frente,acabou guardando o automóvel e sua garagem,e cuidando dele como se fosse seu próprio filho…Minha esposa tem gratas recordações desse carro,pois ela era a única quem Seu Pedro confiava os seus cuidados…Ela lavava,encerava e andava com ele,juntamente com outro carro que ficou por muitos anos na família,um Dodge Dart automático,fabricado em 1979,adquirido pelos Scheid semi-novo,em 1981…
    Ambos repousam no acervo da Ulbra…E se houver um dia algum leilão de venda,pode ter certeza,estarei lá para arrematar os dois exemplares…
    valeu pelas gratas recordações,Nik !!!!

    Mário Buzian

    PS:Adorei em especial as fotos dos 49′ rebocando trailers,vou copiá-las e mostrarei ao meu sogro…Também verei no nosso acervo da Turiscar algumas fotos com o 52 rebocando trailers,escaneio e te mando,ok ???
    PS2: vale muito a pena perder algum tempinho e ver esse documentário feito pela Ford,intitulado “The Human Bridge” mostrando em imagens a criação e o desenvolvimento desse modelo,inclusive os testes:

    http://br.youtube.com/watch?v=MCYr3MvnjpQ

  3. Carros Antigos disse:

    Mário, quero as fotos! Claro, né?
    Quanto ao Seu Pedro, ele bem sabe que Deus é quem escolhe nossa vocação, a dele foi ser ótimo pai e empreendedor. Tudo em cima!
    Agora, o video que me indica… Estou atualizando o posto para poder inseri-lo. FANTÁSICO!

  4. Mário Buzian disse:

    Guilherme,

    Tanto o Ford 52 quanto o Dart 79 foram adquiridos pela Ulbra,mas nenhum deles foi exposto até hoje (até onde eu saiba),embora ambos estejam perfeitamente originais e impecáveis…
    O argumento dado pelo diretor do museu foi o de que existem carros semelhantes,e até tão originais quanto eles,para serem expostos…O que me conforta é saber que ambos constam na relação de carros prontos para exposição,ou seja,não necessitariam de qualquer reforma para tanto…
    Tentei entrar nos galpões onde eles estão guardados,mas não consegui vê-los,e acho que agora essa tarefa se torna praticamente impossível…
    Torço para que a Ulbra consiga “sair do buraco” na qual ela mesmo se enfiou,e que não dilapidem esse maravilhoso acervo que eles possuem…Mas se vier a ocorrer um leilão,com certeza serei um dos primeiros da fila,e brigarei com unhas e dentes para reaver esse patrimônio que meu sogro negociou diretamente com eles há mais de dez anos atrás…
    Grande abraço !!!!!

  5. Ronaldo Scomazzon disse:

    Caro amigo, quando,no início de sua matéria vi que estava escrito,que voce não quer Cadillacs, me chamou a atenção. Pois eu achava que era a unica pessoa neste mundo que tinha esta opinião. Aprendi a dirigir em Ford Custom 1949 Club Coupê, que era do meu pai. Hoje graças a Deus
    consegui adiquirir em alguns anos um modelo 49, quatro portas, um modelo 51, duas portas, um modelo 51 quatro portas, um coupê 41 em
    mau estado, porem com todas as peças e com procedencia para documentação, e um Studebaker 1952 que eu não queria, mas tive de
    salvalo do ferro velho. Um abração . Ronaldo Scomazzon

  6. Ronaldo Scomazzon disse:

    Caro amigo, em tempo quero espressar minha opinião sobre a Ulbra RS, pois gostaria que ela na pessoa do Sr. reitor Ruben Becker e também do
    Romero e do Joe, só fizeram valorizar o carro antigo em geral, coisa que
    como eu que gosto desde os anos 70, até então não tinha muito valor, e até mesmo eramos por muito discriminados por “jogar dinheiro e tempo fora”. Mas o tempo e pessoas como eles nos provaram que estavamos certos. Boa sorte Ulbra, e volte com todo gás. Um forte abraço.
    Ronaldo Scomazzon

  7. Carros Antigos disse:

    Ronaldo, grande conjunto de carros! Fantástico! Quando quiser, mande fotos do 49 pra gente publicar aqui. Não sei se deu para perceber, mas sou caído de amores por esta safra. Dê uma busca aqui no blog que você irá encontrar mais uns 3 ou 4 posts sobre este grande automóvel que amamos co fotos muito interessantes, até da linha de montagem. Abraço e seja bem vindo, Nik.

  8. evanio disse:

    Muito bom o seu blog,mas eu gostaria de uma informacao sua,ja que percebi que voce e um expert e eu sou um admirador de carro antigo.Tenho um amigo que tem um Ford,todo desmontado,com todas as pecas,jogado em um terreno vazio,ele conta,que este carro e um ford kelms 1952,que veio importado para o brasil somente duas unidades,e uma e essa que pertenceu ao seu pai(ja falecido).O pai dele mesmontou este carro para restauralo mais nao teve tempo em vida para isto,conta ele que este veiculo era chamado no brasil de ford ka,e que vieram para o brasil de navio,estas informacoes sao verdadeiras e sera que existe compradores para um carro neste estado e tao antigo?
    Ficarei muito grato caso o amigo possa me ajudar…evanio

  9. luciano disse:

    adoro este tipo de carros sao antigos lindos e feitos artesanal mente de um jeito que esses novos nunca forao feitos

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s