O segundo assassinato de Roberto Lee

O Mário Quintana escreveu um poema que diz mais ou menos assim: “Na vez primeira em que me assassinaram, levaram um jeito de sorrir que eu tinha; na outra vez em que me assassinaram, foram levando qualquer coisa minha.”

Veja o que estão fazendo com o Museu de Antiguidades Mecânicas de Caçapava, ou simplesmente o Museu do Sr. Roberto Lee.

O museu no início de Novembro deste ano (2008)

museu do roberto lee caçapava

O mesmo local e automóvel no início deste mês, dezembro de 2008.

016145590-ex00-11

O que mais vai acontecer daqui por diante?

Para ver mais fotos de como estava o museu em novembro de 2008, clique aqui.

Para ver a matéria da 4 Rodas de 1974 e a lista do acervo do museu co seus 53 automóveis, clique aqui.

Para ver uma matéria da Motor 3 sobre o museu em 1984, clique aqui.

Para saber das últimas sobre o que está acontecendo em Caçapava, visite o Fórum do Simca do Brasil clicando aqui.

20 comentários sobre “O segundo assassinato de Roberto Lee

  1. Mário Buzian disse:

    Vou repetir aqui exatamente o que eu escrevi lá no Forum do Simca:

    Nik,

    É,me parece que essa foto é mais atual,e me deixou muito,mas muito revoltado mesmo ver como ficou o Maverick do Raid Nacional,os caras arrancaram TODOS os frisos,os dois paralamas,o capô,a mini-frente,as portas e a tampa traseira do dito cujo !!!!! (Sem contar o interno inteiro,que já sabíamos,foi devidamente “surrupiado”…)
    E tem gente que diz que isso é obra de uns “ladrõezinhos que nem sabem direito o que fazem”…
    Pessoal,a coisa é muito mais profissional do que imaginávamos…Se eu fosse morador de Caçapava,e tivesse influência suficiente,iria fazer a polícia ir atrás das peças,e mandaria prender os desgraçados que COMPRARAM tudo isso…Claro,só surrupiaram mais essa raridade porquê ALGUÉM PAGOU…
    Veja bem,se levaram esses itens de um pobre Maverick (que por sinal era o carro mais novo do acervo,em termos de ano de fabricação,talvez até de quilomentragem,pois não rodou mais de 20 mil km,certamente),imaginem só o que já fizeram ao Capeta,e a tantas outras raridades que por lá continuam…
    Só fico imaginando o tipo de “negociata” envolvendo essas malditas ações,do tipo “pois é,se ninguém for lá arrancar as peças,o carro vai apodrecer mesmo…Que talz nóis faturar uns trocos aí,chefia ????”
    Podem apostar que foi algum maldito influente que ficou com essas peças,e vai ter alguém colocando portas,capô e mala na cor Amarelo Tarumã,com letras pintadas (além de “otras cositas mais”) que pertenceram a um carro histórico…
    Tomara que esse cidadão pegue uma doença venérea que arranque e apodreça os seus genitais,e que o seu querido “Mavequinho” seja alvo de forte e inescrupuloso vandalismo,com seu dono vendo tudo,e nada podendo fazer…
    Imaginem vocês se fosse o primeiro Presidence,um Alvorada,um Profissional,ou mesmo um Regente ou GTX no lugar do pobre Maverick,que nada teve a ver com isso,e aí vcs. poderão entender muito bem o motivo da minha revolta…
    Todo carro que esteve nesse acervo merece respeito e consideração…Se é assim,então porquê não levasse o carro inteiro embora ????

    MALDITOS !!!!!!

    Mário Buzian – Ivoti / RS

  2. Paul Gregson disse:

    Mario, meu amigo, vc está coberto de razão, em gênero, número e grau…deve ter algum imbecil com estas peças penduradas em seu ego, ilustrando nas paredes de qualquer lugar o caráter de um incapaz….como fã do Maverick, só posso lamentar profundamente esta perda…..abs, pesares aos montes..Paul/SP

  3. Carros Antigos disse:

    Mário e Paulo, só esta mesmo a resposta que eles merecem: MALDITOS! Não imagino coisa pior a ser dita. Talvez jogar os dois sapatos em cima e chamá-los de ‘cachorros’? Aqui na terrinha eu tenho minhas dúvidas se funcionaria. Abraços.

  4. Carros Antigos disse:

    Mário, quero crer que o Capeta esteja em melhores condições. Afinal, para que serve o capú de um se não existe outro para restaurar? De qualquer forma, podem ter tirado o carro!

  5. Guilherme Gomes disse:

    Não sejam ingênuos, quem levou as partes do maverick, agora vai levar o resto embora e montá-lo em outro lugar… vejam que ele está com os pneus traseiros cheios. Outro carro já se foi de lá por esses dias…

  6. Alexandre Mesquita disse:

    Estou chocado com essa barbare, esse carro deveria estar no museu de Brasilia junto com o Willys Capeta e tudo que resta deste acervo, isso é um caso de policia com certeza, e a pessoa que roubou as peças ou as quem comprou deveriam estar presas, sugiro a todos que gostam de carros antigos, principalmente dos Mavericks como eu que fiquem atentos e denunciem essas pessoas as autoridades.
    E por falar em autoridades Faço um apelo principalmente ao senhor Roberto Nasser no qual é digno de todo nosso respeito vcs sabem muito bem o porque, que intervenha neste caso de Caçapava e que salve o que restou de uma das mais belas e raras coleções de nosso pais, e que ainda representa o sonho de um pioneiro que foi Roberto Lee.

  7. Impala 409 disse:

    Mário, impossível não concordar contigo. Isso é resultado de um país cujo povo não tem educação, um país de governantes débeis que permitem que o povo permaneça na ignorância e se aproveite de infortúnios como o de Roberto Lee que, assim como nós, era apaixonado por automóveis e montou um interessante museu com veículos históricos e extremanete representativos. Para mim, as imagens são aterrorizantes. Espero que nosso amigo “Carros Antigos” esteja certo, pois, para que depenar um carro que não tem outro igual, afinal, de que adianta roubar um compressor de um Mercedes 500K se não tem para quem vender? Isso me lembra um outra história, que houve também com o museu da aviação… Espero, sinceramente, que o museu de Caçapava tenha um final diferente, com suas raridades sendo restauradas e expostas novamente.

  8. Carros Antigos disse:

    Impala 409, depois destas últimas fotos, eu não tenho mais tanta certeza se existe algo para ser salvo ali. Sabe, talvez a solução seja aplicar ali solução do Lúcio Costa, a de que as ruínas nem sempre devem ser restauradas. Muitas vezes, devem ser deixadas como estão, veja o caso do Colégio do Caraça em Minas. Talvez este seja o melhor destino dos carros, um museu que sirva de alerta para o desfecho de toda antiguidade que for cobiçada em excesso: a ruína!

  9. Mário Buzian disse:

    Nik,

    Me desculpe,mas discordo da sua opinião,e explico o porquê: o Sr. Lee colocou muito tempo,dinheiro e disposição para formar o seu acervo,num tempo que essas raridades não valiam sequer um fogão velho…
    Acabou não só amealhando uma enorme coleção de veículos raros,como também não permitiu que os mesmos fossem negociados,e como muitos,levados para fora do país (lembrando sempre que lá fora os carros sempre forma mais valorizados…).
    Eu creio que o maior motivo do atual estado do que sobrou da sua frota resida exatamente aí,tudo aquilo que o Sr. Lee conseguiu acabou gerando muita inveja de diversas pessoas desse meio,e o mais absurdo,elas próprias foram contaminadas pelo “vírus da ferrugem” que o Sr. Lee disseminou…
    Essas pessoas tiveram a sorte de encontrar os descendentes do Sr. Lee num misto de briga,revanche e total desprendimento e falta de interesse pelo histórico plantel (excetuando seu querido pai,defensor até o último dia de sua vida)…O resultado catastrófico aí se encontra.
    (Re)lendo a sua trajetória de vida,vemos o quanto o Sr. Lee deve ter lutado para manter o seu patrimônio,e disseminar suas idéias a quem se interessasse…E convenhamos,não devia ser fácil,pois a grande maioria dos seus conhecidos eram gente de posses,os “abastados”,que se preocupavam somente em empregar bem o seu capital,não se importando com os chamados “bens materiais com história”,aos quais o Sr. Lee,e consequentemente seu pai,sempre dedicaram tempo e espaço.
    Muitas vezes me pego imaginando como seria se eu tivesse vivido ao mesmo tempo do Sr. Lee,com certeza seria mais um de seus discípulos,assim como o Nasser,que,impregnado pelo amigo e cliente,hoje é um nome de expressão mundial,e referência séria e importante no nosso meio…
    Eu convivi mais da metade da minha vida (irei completar 39 primaveras na próxima semana,se Deus quiser) dedicando tempo,dinheiro e energia nesse fascinante mundo,e posso me orgulhar dos muitos amigos que fiz,e aprendizado constante que adquiri,e de fatos que ainda hei de aprender…
    Certamente me envergonharia se me fosse oferecido e aceitasse levar alguma vantagem no que tange ao patrimônio alheio,e olhe que eu já fui negociante de carros usados,portanto poderia ser o primeiro a levantar a bandeira da famosa “Lei de Gérson”,a de querer sempre levar vantagem…
    Mas garanto a vocês,eu nunca o faria,por uma razão muito simples: eu tenho CARÁTER, e tenho por costume agradecer a Deus todas as noites por tudo aquilo que Ele me proporcionou,além de colocar a minha cabeça no travesseiro e dormir profundamente,sem culpa…
    Nik,o que restou do acervo do Sr. Lee merece ser noticiado,exposto,e sempre lembrado como um exemplo do que NÃO se deve fazer,e mostrar que ainda existe a chance de recomeçar,mesmo que for do zero.
    Para isso existem muitas pessoas apaixonadas e abnegadas como nós.
    E é com gente assim que o espírito do Sr. Lee sempre vai contar.
    Muito obrigado por ceder espaço na sua publicação sobre o assunto.
    E aguarde,em breve mais novidades,com reportagens e imagens inéditas para boa parte dos amigos,que,como nós,nos auxiliam,sempre !!!!

    Mário Buzian

    PS:Agradeço de coração aos meus amigos que aqui se manifestaram a favor da causa,lembrando que ela nunca estará morta …

  10. Carros Antigos disse:

    Mário, não precisa se desculpar! E discordar é preciso!
    Ah, e antes que me esqueça, parabéns e muitos anos de vida, com saúde!
    Quanto ao blog, bom, a única função da internet para mim é esta, a troca gratuita, desinteressada, espontânea. Compartilhar o pouco que se têm, sem saber para quem. E veja se não é isso, pois cá estamos nós, discutindo sobre o Museu do Lee pela internet. Só isso e já valeu todo o esforço para colocar este blog em pé.
    Olha, quanto ao que escrevi, não tome nem por uma sugestão, é apenas uma reflexão.
    Na verdade, o mais difícil ali é punir os responsáveis – e ao mesmo tempo o mais necessário. Eu fico imaginando: será que as pessoas que estão patrocinando isso vão ao encontro de Lindóia expor seus carros com tranquilidade? E eu ainda fotografo os carros deles? Se sim, quanta desfaçatez! Quanta ousadia! Ou será que o bobo aqui é o único que não percebeu que, nesse negócio de carros antigos, o que importa é parecer ser alguma coisa e não efetivamente sê-lo, como o é a vida no geral? Tolice, eu digo. Estou contigo, é preciso caráter em tudo nesta vida inclusive para repartir donativos para os desabrigados de Santa Catarina.
    Sim, também tenho gasto muito dinheiro suado nessa coisa boa que é ver um carro restaurado. Com muitas dificuldades, como deve ser. Lendo a história do Lee, me tomo por revolta, sinto nojo de rostos que não conheço, mas bem posso identificar pelo perfume sofisticado em Lindóia ano que vêm. Aliás, cadê as autoridades nacionais ligadas ao automóvel antigo que não se pronunciam? Cadê os Veteran da vida? Cadê a FBVA? Cadê todo mundo?
    Incrível, essa história do Lee parece estar em todo lugar e em nenhum ao mesmo tempo! Parece que todo mundo sabe de um segredo que ignoro! Mas deixe estar, assim que descobrir, eu coloco aqui!
    Abraço, Nik.

  11. Mário Buzian disse:

    Nik,

    Isso mesmo,você pegou o espírito da coisa…
    Muito bem lembrado,como na chamada “vida real”,muita gente só quer aparentar o que realmente não é,e quando ações como essas aparecem,é que a máscara cai…
    Fico muito feliz em saber que ainda existe gente como nós,que não vê o hobby como mercantilista e egoísta,algo para ser mostrado ao mundo apenas pelo prazer de reviver um tempo perdido no espaço,e não como um mero objeto de poder…
    Nesses anos vividos no meio,encontrei vários abnegados como nós,e que se mantém fiéis à nossa política de bem-estar e divulgação de conhecimentos,mas também vi e me decepcionei com outras pessoas que,graças a Deus,foram infinitamente em menor número do que os grandes amigos que amealhei…
    Esses seres onanistas e invejosos só querem ter carro antigo por “estar na moda”,não entendem o espírito da coisa,e quando podem,gastam muito mais do que deveriam,escondem tudo o que aprenderam,apenas para o prazer de serem os “donos da verdade”,e humilhar quem estiver ao seu alcance…
    Uma experiência nesse sentido eu tive quando visitei uma coleção em SP,Capital,de um influente industrial,apaixonado por Chevrolet,especialmente os nacionais.
    Ele me convidou à sua casa apenas na intenção de comprar o meu carro,um Opala SS 1971/72,coupé,primeira série,impecavelmente original e com baixa km…
    Pois bem,o sujeito me mostrou os seus carros (ele possuia por volta de 100 modelos,todos dispostos em um salão enorme,com piso de granito,sendo que a partir de 1979 ele começou a comprar um exemplar de Chevette,Opala,Caravan e Pick-up zero km. pra guardar,e outro para uso,seu e dos funcionários de sua empresa.Depois vieram os Monza e Kadett,que era um carro totalmente novo naqueles tempos)…Imagine só,um exemplar do modelo mais caro,zero km.,com plásticos nos bancos,sem placas,guardados como um bibelô de seu dono…
    Como sou apaixonado por carros,você pode imaginar a minha emoção ao ver tudo aquilo…E naquela época não existia máquina digital,muito menos celular,rsrsrsrsrs !!!!
    Depois gentilmente me convidou a ir à sua biblioteca,onde estavam toneladas de livros,fotos,catálogos,banners e toda espécie de material promocional imaginável,algo que faria a delícia de todo maluco como nós…O colecionador me confessou que adquiria todo ano farto material junto aos carros comprados por ele,pessoalmente…
    Findo o passeio,ele anunciou que queria o meu Opala,e que pagaria muito bem por ele (o que efetivamente fez,mesmo diante das minhas recusas…A oferta chegou a um nível que eu não poderia mais sustentar).
    Depois permitiu apenas que eu apanhasse meus pertences pessoais dentro do carro, chamou um táxi,me enfiou dentro dele com um gordo maço de dólares,e avisou que eu nunca mais aparecesse por lá,e nem que divulgasse seu endereço,ou qualquer coisa que tivesse visto naquelas horas,pois é assim que ele encara o hobby,uma coisa só para ele.
    Tudo isso aconteceu há exatos 17 anos atrás,em 1991.
    Agora eu pergunto: será que esse sujeito se considera imortal ?
    O que será de sua espetacular coleção,quando não estiver mais por aqui ???
    Se eu me colocasse em seu lugar,teria um prazer imenso em compartilhar não só todo o acervo,mas também suas próprias experiências de vida,já que ele me confessou ser o próprio negociante em todos as coisas que adquiriu na vida…
    E como já foi dito,daqui ninguém leva nada.Se ele não fez herdeiros dignos de manter sua coleção,então tudo só serviu pra ele.
    Que desperdício !!!!

  12. Carros Antigos disse:

    Mário, que história!
    Olha, eu não sei de onde vêm estes sentimentos egoístas dessas pessoas. Eu, ao contrário, do que mais preciso é de estar entre pessoas com sentimentos e propósitos iguais aos meus. Enfim, me considero normal nesse sentido.
    Aqui na nossa região temos algo parecido ao seu amigo de São Paulo, um sujeito que beira o folclórico, só que a neurose dele é com motocicletas. Chega a ser ridículo.
    Já reparou que todos esses tipos são avarentos, reclusos, suvinas e neuróticos com o sigilo do que têm? Será que cairam todos do berço quando crianças? Foram todos criados pela avó? Isso dá até piada.
    Mas, enfim, vamos falar de cosias boas. A costela do churrasco da semana que vêm já foi encomendada? Segundo, os filmes já estão sendo convertidos para o formato digital? Estou ansioso para ver isso, Mário, como estou!
    Abraço, Nik.

  13. Mário Buzian disse:

    HAHAHAHAHA !!

    Parece que vc. já está entrando no “espírito gaúcho”,meu amigo !!!
    Costela já encomendada,juntamente com um bom engradado de cerveja Polar (que é daqui),devidamente acondiconado no freezer,para chegar “nevando” à mesa…
    E estou aguardando o meu “presente de aniversário”,que ainda não veio dos Correios (esse período é CRUEL,os caras trabalham horrores,e tudo atrasa)…
    Mas assim que chegar,vamos compartilhar as imagens,certamente !!!
    E como dizem por aqui,

    Forte quebra-costelas,guri !!!

    Mário

    PS: Não sei se o amigo já conhece,mas seria interessante uma visita sua ao Museu da Ulbra,e também ao Hollywood Dream Cars de Gramado,e ao Museu do Antigomobilismo Nacional do Trevisan,lá em Passo Fundo (esse nem foi aberto ao público,mas consigo agendar uma visita com o dono).
    Em todo caso,deixo aqui publicamente o meu convite para vc. e sua família,garanto que todos irão gostar muuito das atrações dessa bendita terrinha…Pense com carinho na proposta,e vamos passear !!!

  14. LucasCPV disse:

    Olá,
    Gostaria de pedir ao nobre amigo, se possível retirar a foto onde se encontra uma pessoa com um tampão preto no rosto, dentro do museu do automóvel de Caçapava.

    Muito obrigado

  15. Carros Antigos disse:

    Prezado amigo, estou fazendo isto nesse instante. Se puder fazer algo mais, é só pedir. No mais, meu abraço e me desculpe por qualquer inconveniente. Nik.

  16. Will Robson CPV disse:

    Nossa isso me deixa com muita muita raiva… queria muito ver esse museu.
    Moro em cpv e nunca pude entrar la, noias da vida aqui em Caçapava entram la e rouba motor , rouba roda , roubam tudo pra troca com Droga.
    Isso é uma falta de respeito com Roberto Lee.

  17. Carros Antigos disse:

    Will, triste isso não? As circunstâncias que você descreve então, poir. Acho que o Museu está perdido, mesmo sem nunca ter estado aí. QUe seja, então, um monumento ao que pode representar numa sociedade a falta de valores, respeito e solidariedade entre seus membros. Nik.

  18. AOM disse:

    Tem um Blog da cidade de Caçapava que sempre publica umas noticias sobre as tentativas de salvar este patrimônio.
    O mais incrível é o descaso e falta de interesse da prefeitura de Caçapava. Se um dia o museu reabrir e os e os meios de comunicação forem lá para documentar esse fato, garanto que ai vai aparecer um monte de politico contando mentira e fazendo cotesia com o chapeu dos outros.

    http://taiada-blog.blogspot.com/2009/03/patrimonio-historico-fiscaliza-museu-do.html

    http://taiada-blog.blogspot.com/2009/05/locomotiva-rara-se-acaba-em-cacapava.html

  19. dani disse:

    eu acredito, que esiste gente muito grande por traz disso tudo, gente que coleciona carros antigos, pois estao fautando muitas peças de carros ali, eles estao tirando as rodas completas, e esta fautando muitos carros raros ali, se nao se pode entrar ali ou ao mesmo um asseço, daqui mais uns anso nao vai haver mais nada ali, se ninguem tomar as devidas providencias, mario adimiro sempre seus comentarios sempre decisivos e objetivos, eu possuo dois carros da ford, e sempre que posso eu convido meus amigos para fasermos um passeio, e é muito gratificante poder para seu carro e as pessoas , ficarem adimiradas e ao mesmo tempo faser perguntas, a satisfaçao disso è a dedicaçao, de poder rrestaurar um carro antigo e voce dar a primeira vouta com o mesmo, abraço a todos deste espaço daniel.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s