Arquivo da categoria: Dioramas

Promotional Model Cars

Falando no Rui, outra coisa além das fotos dele que estava guardado comigo há muito tempo são as imagens da coleção deste sujeito que achei no Flickr. O negócio dele, e foi por isso que me lembrei do Rui, é colecionar os carrinhos distribuídos pelos dealerships americanos ao longo das décadas. Os “promo models” são todos originais e tão antigos quanto os carros de verdade. Duvido que exista coleção igual no mundo. O curioso é que ele também têm a miniatura do Ford 46 idêntica à que o Rui têm, recebida por ocasião da compra de um Ford 46 pelo seu pai aqui no Brasil. S’o que, engraçado, é a única peça entre as centenas da coleção que está gasta, surrada e faltando tinta. A do Rui não. Rui, já achou comprador para sua peça de valor inestimável, no caso de tu ficar doido algum dia.

Não imagino quanto valha uma coleção destas. Por via das dúvidas, estou comprando os carrinhos do Jornal Extra e espero, em 40 ou 50 anos, trocá-los por um quarto e sala no Juan Le Pins em Ipanema.

A primeira foto é da miniatura do Rui, para comparar com a mesma na coleção do gringo, na seuquência. As outras são todas da coleção do americano.

Para ver todas as miniaturas do gringo, e são muitas, clique aqui.

Mais dioramas do Michael – parte 3

O Michael Paul Smith mandou mais alguns trabalhos seus, para nosso desfrute e deleite. O Michael, percebe-se, é uma pessoa muito simples e generosa. E, não sei como, mas ele conseguiu se superar desta vez. Veja se não.

O impressionante neste set de fotos é o fundo, real, de um lugar próximo de onde ele mora. Ele diz que foi muit difícil encontrar este lugar, com a aparência exata que ele queria. Compreendo. Mas o resultado é absolutamente intrigante. Os olhos custam a acreditar na verossimilhança da cena.

Para ver os outros dioramas do Michael Paul Smith, os links são este aqui ( Parte 2) e este aqui (Parte 1).

Esta imagem se chama “Elgin Sales and Service”.Elgin Sales and Service

Esta outra é “1939 Ford”, sob medida para os sonhos do amigo Francisco.

1939 Ford

Esta outra foto é talvez a minha favorita. Chama-se “Flat bed Truck”.

Flat bed Truck 1940

No post anterior, Nanael e eu conversamos sobre cores e o aspecto tradicional que o Kodachrome conferia aos positivos. E, por acaso, o Michael, via Photoshop eu presumo, deu um tratamento semelhante em um dos seus fotogramas, segundo ele inspirado no meu posto sobre a Coleção do Charles Cushman, que publiquei outra vez. Ficou formidável.

Mal posso esperar os próximos trabalho do Michael. São de uma beleza de encher os olhos.

Abaixo, a mesma cena em “Kodachrome”. Repare nas bordas do filme, que toque final!

Color transparency

Mais dioramas do Michael Paul Smith

Ainda falando em dioramas.

Depois que publiquei o trabalho do Michael Smith aqui, ele gentilmente me mandou mais estas fotos, de dioramas recentes. Que são ainda mais representativos do seu talento e criatividade.

Veja o caso das duas primeiras fotos a seguir. A mesma cidade, mesma cena, porém em épocas diferentes, fotografadas do mesmo ponto de vista. Não é fantástico o trabalho do Michael? Veja o cuidado em escolher os carros e em como o panorama e seus detalhes mudam de uma época para outra, indicado de forma sutil e autêntica a passagem do tempo e seu efeito sobre o cenário urbano. Estamos vendo ao mesmo tempo os piores anos da grande depressão (1933) e os ditos anos dourados (1956). Eu não tenho palavra melhor: Michael é um gênio.

Primeira cena, ambientada em 1933, denominada “Saturday Night”.

30s

Segunda cena, “Saturday Night” agora em 1956.

1956

E esta foto agora é do último trabalho dele, clicada ao entardecer em um estacionamento próximo da casa dele, em Boston. Também se valendo da ilusão causada pela perspectiva forçada e iluminação natural. Segundo Michael, lembra muito como era a sua cidade natal, Pittsburgh. Este trabalho ele denomina “Speed Shop”. Veja os detalhes. Impressionante, não?

Mais trabalho do Michael, principalmente do interior de seus edifícios, pode ser visto aqui neste link.

FINAL SPEED SHOP